sexta-feira, 9 de junho de 2017

Menos um dia



Quando estiveres triste e a saudade lhe invadir o peito, lembre-se que: a cada dia que passas distante, é somente menos um que falta para nos encontrarmos.

segunda-feira, 5 de junho de 2017

Não abra os olhos

Não abra os olhos

Feche os olhos e sinta minha boca encostando-se à sua... mas não apenas imagine, sinta verdadeiramente.
Não... não abra os olhos, segure minha mão, não desembarque dessa viagem sem mais nenhum passageiro... ela é só nossa. Nós é que vamos guiá-la.
Não... não abra os olhos, sinta nossos lábios se entreabrirem para o encontro de nossas línguas, para o início do que nos espera.
Não... não abra os olhos... essa sensação de calmaria e desejos que aumenta o calor do  seu corpo, sou eu te abraçando em pensamento.
Não... não abra os olhos... Essas palavras que você ouve, mas não consegue entender, sou eu sussurrando em seu ouvido a minhas vontades, os meus bel-prazeres.
Não... não abra os olhos, sinta minhas mãos passeando por suas costas, seu colo, por suas partes proibidas... para os outros,  mas não para mim.
Não... não abra os olhos, sinta as sensações que estou a lhe enviar. Sinta-me em cada desejo que lhe vir à tona.
Não... não abra os olhos, ouça a música que está tocando, encoste seu corpo no meu... vamos dançar. Sinta meus braços entrelaçados em você, sinta meu rosto junto ao seu. Novamente, sinta meus beijos.
Não... não abra os olhos, perceba cada peça de roupa que estou tirando de você.
Não... não abra os olhos, deixe-me conduzi-la ao chão, é aqui o destino de nossa viagem, é aqui que consumaremos o que desejamos.
Não... não abra os olhos, estamos a nos amar. Daquele jeito que só a gente sabe.
Não abra os olhos agora...

Luiz Santos

quarta-feira, 24 de maio de 2017

A pessoa certa

A pessoa certa

Embriago-me no seu cheiro
Afogo-me em seus beijos
Aqueço-me em seus braços
Enlouqueço com seus desejos.

Deliro ao fazer amor com você
Volto à sanidade a nos olhos te olhar
Desfaleço de tanto prazer
Que só você dá na hora de amar.

És a companhia que tanto esperei
Àquela que nem imaginava conhecer
Agora te tenho aqui, dentro de mim
Jamais deixarei isso adormecer.

Viverei eternamente ao seu lado
Estar contigo é tudo o que preciso
Prometo para sempre te amar
Descobri com você, onde é o paraíso.


Luiz Santos

Antes...

Antes...

Antes mesmo
do encontro
dos nossos corpos,
nossos olhos já
haviam se encontrado,
nossos corações já
haviam se falado
e nossos lábios
já haviam se desejado.


Luiz Santos

Falando de amor

Falando de amor

Escrevi falando de amor,
pus algumas palavras no papel,
mas no assunto não sou doutor,
de repente, nem bacharel.

Saíram frases sem sentido,
frases que ficaram ao vento.
Será que amor é algo aturdido?
Será alegria ou, lamento?

Sobre amor é difícil escrever,
cada um tem a sua opinião.
Uns dizem que é a dádiva do viver,
outros, prenúncio de um furacão.

Encerro sem ter muito que falar,
mas com algo a estabelecer:
Quero nos comentários,
ler o que vocês têm a dizer.

........................................

Interação autor/leitor,
eu e você... numa troca
de palavras.


Luiz Santos

Amor perpétuo

Amor perpétuo

O vento traz o seu cheiro
O sol, o seu brilho e seu calor
A lua, a sua ternura e beleza
O meu pensamento, o seu amor.

E assim, os dias vão passando
Com nossos corpos tão distantes
Com lembranças boas nos unindo
Mantendo nossos corações pulsantes.

Mas a distância em nada impede
O encontro de nossas almas
Elas sempre darão um jeito
E aclamarão o amor com suas palmas.

Ficarei aguardando o dia de te encontrar
Agradecerei ao vento, ao Sol e a Lua
Que todo dia de ti me fazem lembrar
E assim, o nosso amor se perpetua.


Luiz Santos

Ausência

Ausência

Mais uma noite sem te ouvir dizer:
– Me abraça.
Mais uma noite sem sentir o calor de seu corpo.
Mais uma noite sem te dizer:
– Boa noite, meu amor.
Amanhece...
Mais um dia sem você.

Luiz Santos 

Menos um dia

Quando estiveres triste e a saudade lhe invadir o peito, lembre-se que: a cada dia que passas distante, é somente menos um que falta pa...